segunda-feira, 30 de março de 2009

Nossa Senhora...

...me acuda.



Ps: Garcia, obrigado por me enviares este material audiovisual para a caixa de correio. Eternamente grato.

sábado, 28 de março de 2009

Hejdå


Hej Världen 2010
(Adeus Mundial 2010)


Ps: Den svenska är en förlust...

(Ps: As suecas são uma perdição...)


Horário de Verão

Parece que chega na madrugada de domingo.
Engalanou-se com uma massa de ar polar e um "jet streamzito" capaz de colocar qualquer kitesurfista a percorrer a distância entre a praia da Fonte da Telha e o Cabo de Sagres em apenas 30 minutos, isto depois de embater com os dentes no Cabo Espichel.

Tudo bem.
Mas não dá para continuar com o horário de Inverno - até Junho - aconchegado por 30ºc?
É só uma ideia.
Grato pela atenção.

terça-feira, 17 de março de 2009

Jogo



A vida é mesmo isto.
Um jogo.
Que rolem os dados.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Quinta-Feira 12

Sei que esta sexta-feira carrega às costas o fardo 13.
A mim nunca me influenciou.
Não sou supersticioso.
Mesmo assim o dia de ontem foi negro para mim.
Final do dia e sou brindado com uma coima de 345 euros.
Sim.
345 Euros.
Não excedi velocidade, não fui apanhado com álcool, não cometi nenhum delito e nem insultei o primeiro-ministro às portas de S.Bento.
Apenas, e só, esqueci-me de validar o título de viagem do comboio.
Inconscientemente não o validei derivado ao acumular de cansaço.
Fiz o carregamento de 10 viagens e ainda tinha no cartão mais 3 viagens.
Não bastou.
Perceber que, durante quase um mês de viagens, a ÚNICA vez em que fui negligente é brindada com a ÚNICA revisão a que fui sujeito é de querer cortar os pulsos com um saca-rolhas.
Uns chamam-lhe azar, outros chamam-lhe Carlos João.
O bom senso dos revisores foi claramente inexistente, tal como a sua inteligência.
Repito: 345 euros (quase o ordenado mínimo nacional e mais de metade da minha remuneração).
Não paguei, nem pagarei.
Deixei isso claro.
Começará pela cartinha de defesa, devidamente documentada com as fotocópias dos recibos, depois pela DECO e quiçá tribunais.

“Vá de transportes públicos para um Mundo melhor.”

E levarem no cuzinho sem delicadeza, não?

quarta-feira, 11 de março de 2009

Tensão




Estamos a poucos minutos do ínicio do meu ataque cardíaco.
Seja por tristeza ou alegria...


É para ganhar!!!

segunda-feira, 9 de março de 2009

Luxo




É com enorme orgulho que revelo a minha integração na brigada do reumático.
Atingi os mínimos para a participação nas actividades seniores: boa disposição e uma artrose pós-traumática.
Não está ao alcance de todos.
Aos 25 anos, atingir este patamar, orgulha-me profundamente.
Consigo estabelecer, em dias de nevoeiro, o início da tertúlia cor-de-rosa através das indicações dolorosas que o meu tornozelo transmite ao meu esforçado cérebro.
Só está ao alcance dos predestinados.
Além do mais sempre tive o sonho de fazer parelha com o Zé Formiga no jogo da malha.
Roam-se de inveja.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Houston! We have a problem...

Já não basta acordar cedo para trabalhar - que, note-se, é um trabalho insultuoso à própria inteligência dos roedores - e cuja remuneração é motivo de regozijo somente nas Filipinas.
Não.
A minha sina é mais madrasta.
Nos transportes públicos existe um fenómeno extraordinário com a minha pessoa.
Há alminhas do sexo feminino que insistem em abraçar-me o céu da boca com os seus próprios narizes, tal é a proximidade.
Esta parte seria suportável caso não apresentassem traços fisionómicos da Vanessa Fernandes e a sanidade mental da Amy Winehouse.
Não é tudo.
O pior, mesmo, é a fragrância matinal - um almíscar de Coco Chanel com um forte toque de nicotina - que estas emanam de maneira pornográfica.
É nestas alturas que não me importava de andar munido de gasolina e um fósforo.
Melhor.
Muitos fósforos.