sexta-feira, 13 de março de 2009

Quinta-Feira 12

Sei que esta sexta-feira carrega às costas o fardo 13.
A mim nunca me influenciou.
Não sou supersticioso.
Mesmo assim o dia de ontem foi negro para mim.
Final do dia e sou brindado com uma coima de 345 euros.
Sim.
345 Euros.
Não excedi velocidade, não fui apanhado com álcool, não cometi nenhum delito e nem insultei o primeiro-ministro às portas de S.Bento.
Apenas, e só, esqueci-me de validar o título de viagem do comboio.
Inconscientemente não o validei derivado ao acumular de cansaço.
Fiz o carregamento de 10 viagens e ainda tinha no cartão mais 3 viagens.
Não bastou.
Perceber que, durante quase um mês de viagens, a ÚNICA vez em que fui negligente é brindada com a ÚNICA revisão a que fui sujeito é de querer cortar os pulsos com um saca-rolhas.
Uns chamam-lhe azar, outros chamam-lhe Carlos João.
O bom senso dos revisores foi claramente inexistente, tal como a sua inteligência.
Repito: 345 euros (quase o ordenado mínimo nacional e mais de metade da minha remuneração).
Não paguei, nem pagarei.
Deixei isso claro.
Começará pela cartinha de defesa, devidamente documentada com as fotocópias dos recibos, depois pela DECO e quiçá tribunais.

“Vá de transportes públicos para um Mundo melhor.”

E levarem no cuzinho sem delicadeza, não?

2 comentários:

T. disse...

Acontece-te de tudo... foda-se.
LOL.

Isso começa a ficar assustador.
Já te disse para ires a uma bruxa.

Conheces aquele provérbio:

Carlos João ao amor, sorte ao jogo?


AHAHAHA.

Abraço.

(vou abrir uma casa de apostas sobre o que te vai acontecer a seguir.Deve ser rentável)

Zone disse...

ah, ja me aconteceu no Porto... Mas eram so 85euros...e faziam desconto de 20% nos primeiros dias, qual promoção de época de saldos... Ranhosos...
Estou solidária contigo...lol.