terça-feira, 29 de junho de 2010

Done.

Primeira vez que sinto um orgulho enorme em mim.
Afastar-me da família, amigos, hábitos, trabalho para enfrentar um trauma antigo, numa cidade nova com caras novas e obstáculos novos foi um risco pouco calculado.
Admito.
Mas passado estes meses sinto-me novo.
Existiram períodos complicados, alguns suportados pela família e amigos, e outros que decidi combater interiormente.
Os meus próprios fantasmas não conseguiram derrubar-me.
É a maior vitória.
Sinto que cresci.
Obrigado a todos. Sem excepção.

3 comentários:

Pitux disse...

Então também é "obrigado" a mim.

De nada, CJ, de nada. :p

Maria Flávia disse...

;)

beijito*

Zone disse...

Fico mesmo contente com isso :)